Notícias: Sist. Operacionais

Microsoft se une a Linux Foundation e manifesta apoio ao Software Livre

A Microsoft anunciou, nesta quarta-feira (16), que investirá parte de suas receitas para ajudar no desenvolvimento da plataforma Linux. Durante o Connect, evento voltado para desenvolvedores, a empresa do sistema Windows informou que agora faz parte da Linux Foundation.

A Linux Foundation é uma organização sem fins lucrativos que surgiu em 2007, depois da fusão de outros dois grupos, o OSDL (Open Source Development Labs) e o FSG (Free Standards Group). Tem por objetivo promover, proteger, patrocinar e padronizar a plataforma Linux em diversas variantes.

No anúncio, a Microsoft revelou que entrou para a organização como um membro Platinum, a mais alta categoria da fundação. Sendo assim, doará US$ 500 à Linux Foundation por ano, cerca de R$ 1.700.000 na cotação de hoje.

Dessa forma, a Microsoft se junta a outras empresas que também são membros Platinum, como a Intel, Oracle e HP.

Scott Guthrie, que trabalha como líder da divisão de cloud computing e mercado corporativo da Microsoft, falou sobre a novidade: “A Linux Foundation é o lar não só do Linux, mas também de muitos projetos de código aberto inovadores da comunidade. Estamos entusiasmados por nos juntarmos à fundação."

Apesar do impacto, a informação não foi nenhuma surpresa para quem acompanha o mercado de tecnologia, visto que há muito a Microsoft investe no universo Linux.

Por exemplo, já lançaram diversos projetos de código aberto, como o .Net Core, o Visual Studio Code e o PowerShell, tanto para Linux quanto para macOS.

17/11/2016 17h08 - Atualizado em 17/11/2016 17h08

Fonte: TechTudo